Medicina natural alemã chega ao Brasil


Com linha difundida em toda Europa, Farmácia Hildegardianna traz produtos baseados em alimentos e especiarias.

A cura está nos alimentos. A proposta secular tem especial força na Alemanha, berço da medicina natural ou da naturopatia. Entre as linhas mais difundidas e estudadas no país e em toda a Europa está a da abadessa Hildegarda de Bingen, que viveu na Idade Média e escreveu uma série de livros abordando o uso dos alimentos no tratamento de doenças físicas e até mentaise no estabelecimento da saúde integral.

Seus preceitos foram pesquisados e referendados e agora servem de base para tratamentos e estudos de faculdades de Medicina, Nutrição, Farmácia e de outras áreas da saúde em toda a Europa.


Hildegarda de Bingen nasceu em 1098 e faleceu em 1179. Foi monja beneditina, mística, teóloga, compositora, pregadora naturalista, médica informal, poetisa, dramaturga e escritora. De uma família nobre da região de Alzey, no sul da Alemanha, Hildegarda foi encaminhada para o convento ainda na infância. Seus trabalhos em um hospital e na horta do convento levaram a duas obras fundamentais,que servem de referência para a medicina natural alemã: Physica, um livro de ciências naturais, e Causae et Curae,uma obra específica de medicina natural.

Com farta produção em várias áreas, Hildegarda foi canonizada em 1584 pelo papa Gregório XIIIe foi a quarta mulher a receber o título de “Doutora da Igreja” em 2012, pelo papa BentoXVI. Mas seus preceitos e ensinamos vão muito além.


No Brasil, a Farmácia Hildegardianna chega a partir de uma iniciativa da gaúcha Letícia Hoppe. Doutora em Engenharia, professora da Faculdade de Economia da Universidade Tübigen, Letícia vive há quatro anos na Alemanha. E foi uma necessidade pessoal que a fez descobrir a linha hildegardiana.“No início, o esforço para recomeçar a carreira em um idioma que eu não dominava na época foi muito grande e o desgaste físico e mental levou meu corpo ao colapso. De uma forma muito natural e verdadeira, adotei as recomendações e tratamentos indicados pela medicina hildegardiana, mudei meu estilo de vida e retomei minha saúde e minha vitalidade”, reconhece.


Letícia então conheceu a endocrinologista e nutricionista Priscila Antunes, que aplica a linha hildegardiana no Brasil e promove um curso sobre seus conhecimentos em medicina natural.“ Foi a própria endocrinologista que incentivou Letícia a abrir um negócio e trazer os produtos de Santa Hildegarda para o Brasil.

“Foi aí quesurgiu a ideia de criar a Farmácia Hildegardianna, a primeira especializada nos produtos propostos por Santa Hildegarda no Brasil”, destaca Letícia.


A produção começou no final do ano passado. A parte de alimentos é feita na cidade de Portão e a de cosméticos terapêuticos em Estância Velha.

A distribuição para todo Brasil é realizada a partir de Ivoti. Todas as cidades ficam no interior do Rio Grande do Sul, estado de origem da empresária. Todos os produtos são

fabricados de forma industrial e têm liberação da Anvisa e dos órgãos específicos no Brasil eencontram-se a venda na loja Farmácia Hildegardiana e Viriditas Ltda


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo